Homenagem a Marighella na Paralela!

 Em dezembro próximo se comemora o centenário de um dos maiores patriotas que o Brasil já conheceu, Carlos Marighella. Vamos lhe render justa homenagem com um monumento na Avenida Paralela, aqui em Salvador. É o que propõe este blog.
Político, líder revolucionário, poeta, humanista e aguerrido combatente pela liberdade, Marighella nasceu em Salvador no dia 15 de dezembro de 1911. Filho de operário imigrante italiano e uma descendente de escravos sudaneses haussá, o ex-militante do Partido Comunista do Brasil - o então PCB - combateu tenazmente os regimes de força que se instalaram no país. Nos anos 30 e 40 lutou contra o Estado Novo de Vargas, quando foi preso e torturado diversas vezes. Com a redemocratização, em 1946, se elegeu deputado federal pelo PCB.
Posteriormente, enfrentou o golpe de 1964 e a ditadura, já como militante da Aliança Libertadora Nacional (ALN). Marighella foi assassinado na noite de 4 de novembro de 1969, surpreendido por uma emboscada dos agentes do DOPS, na alameda Casa Branca, em São Paulo. A ação foi coordenada pelo delegado Sérgio Paranhos Fleury, que se notabilizou como um sádico torturador.
 O que este blog está propondo é um maior reconhecimento, sobretudo oficial, a este grande brasileiro. Lançamos aqui a sugestão de que um monumento a Carlos Marighella deva ser erguido em Salvador, e de preferência no lugar onde hoje se encontra o Monumento a Luis Eduardo Magalhães.
Entendemos que homenagens devem ser feitas a heróis de verdade e não a um playboy, filho de um tiranete de província como Antônio Carlos Magalhães, déspota aliado da ditadura militar. Já não basta a excrescência do Aeroporto Dois de Julho ter sido rebatizado com o  nome do filho de ACM. Derrube-se o culto à personalidade ao carlismo e erga-se um monumento simbólico a um verdadeiro herói da Bahia, Carlos Marighella!

Comentários

Apoiado! Por onde começamos, Zeca?
Lucas Ribeiro disse…
Esse sim merecem homenagem. Carlos Marighella pela sua reputação ilibada. Assino ai na Paralela!
Este comentário foi removido pelo autor.
Marighella,um herói revolucionário

Político,1
Líder revolucionário,
Poeta, humanista e

Aguerrido combatente pela liberdade...
Esse filho de operário imigrante italiano e uma descendente de escravos sudaneses haussá,

O ex-militante do Partido Comunista do Brasil - o então PCB
- combateu tenazmente os regimes de força que se instalaram no país.

Um militante e guerreiro que
Nasceu em Salvador no dia 15 de dezembro de 1911.

Combateu tenazmente os regimes ...
De forças que se instalaram no país.

Que foi até preso, mas, até hoje é venerado.

Viva,viva
Carlos Marighella
O Patriota que lutou contra o golpe de 64.


Autor:Diogo Rocha Braga,jornalista

http://textosaovento.blogspot.com/ A cesso ao site dia 02/08/2011

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

kristallnacht à brasileira?

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?