"Cansei" à baiana; filhinhos-de-papai vão às ruas


Foto: Iracema Chequer

A lente da repórter-fotográfica Iracema Chequer captou uma manifestação do movimento Cansei à baiana. O fato ocorreu na última sexta-feira, dia 21/09, aqui em Salvador, quando alunos dos colégios particulares Marista, Antônio Vieira e Mendel foram às ruas protestar contra a “política”. De certo que existe muita coisa para protestar, mas o interessante é que quando se fala em manifestação contra a “política” soa como algo extremamente deslocado de qualquer contraponto crítico. Afinal de contas, qual o propósito? Se indignar contra a absolvição de Renan Calheiros? Se é, qual a argumentação? Será que aqueles adolescentes conhecem quem é Renan e qual o seu papel naquela emporcalhação do Senado? Parece que se tratou de uma manifestação do vazio, do discurso do nada, do oco dominante nas cabeças da geração pós-Xuxa. Quiçá incentivados pelos próprios empresários, donos das escolas onde estudam, esses meninos e meninas talvez não tenham construído o senso crítico necessário para entender que a política não é um ente deslocado das suas realidades. Não perceberam os filhinhos-de-papai que tal protesto, por si só, já é um ato político. Um ato, diga-se, monitorado exatamente pela ausência de uma reflexão mais crítica por parte deles da realidade que os rodeia. A foto capta três manifestantes que completavam com os demais a palavra democracia. Os três formam a palavra DEM. Sugestivo, não?

Comentários

Anônimo disse…
Realmente, acho bem melhor que eles passem a se unir à UNE que, financiada pelo governo, fez várias manifestações de apoio aos 'amigos' Lula, Dirceu, Delúbio, Gushiken, Genoíno...

O Ministério Vermelho adverte:

só proteste contra algo ou alguém se você for pobre e sem-estudo, caso contrário, você é automaticamente tratado como filhinho-de-papai manipulado pela 'Grande Imprensa'.
Zeca disse…
Caro Anônimo,

Já sabia que você é de direita, mas a ponto de não saber fazer a leitura certa....Sugiro que freqüente também o blog do Reinaldo Azevedo, da Veja on-line, lá certamente encontrará seus pares da Opus Dei e cia...
Anônimo disse…
Que bom... pensei que você iria sugerir Carta Capital, Caros Amigos, www.vermelho.org, Blog do Mello, Conversa Afiada... ou outros pseudos-jornalistas financiados pelo governo e por estatais.

Em tempo: O Reinaldo eu acho panfletário demais; a Veja eu sou assinante e não faço parte da Opus Dei, apesar de ser católico apostólico romano e frequentar a igreja sempre que posso.

Ah! Além da Veja, também leio a Carta Capital (do vizinho), Istoé (online), ATarde, Folha, Estadão, O Globo, Noblat, Josias, Zeca Peixoto Jr., Blog do Mello, Roberto Jefferson, ex-blog do César... enfim, de tudo e de todos.
Não costumo ficar lendo apenas o ponto de vista que me interessa.
Zeca disse…
Caro Anônimo,

Também leio os panfletos da direita que fazem a cabeça da classe-média brasileira, até mesmo porque tenho que estudá-los, mas nunca para informação, longe disso. Mas para análise profunda da mídia magnata num país de pobres. Para realmente me instruir eu leio sociologia, ciência política, comunicação e, por vezes, teses da psicanálise....Até mesmo para compreender alguns tipos comportamentais. Não construo meus pressupostos ideológicos por revistas semanais, mas por análises históricas. A mídia, nesse caso, para mim é apenas um reflexo, um retrato do momento....Bom, e quanto àqueles que você chamou de pseudo-jornalistas, a exemplo de Paulo Henrique Amorim e Mino carta, creio que estes não podem ser comparados ao seu guru-paspalhão, o Diogo Mainardi. Sabe, e isso é uma questão psicnalítica. Fico a me perguntar porque as pessoas de direita têm vergonha de se assumirem como tal? O que não é o meu caso, pois sou assumidamente, e sempre fui, de esquerda, desde os 17 anos de idade. Ao invés então de falar coisas soltas, porque não abre um debate objetivo sobre qual tipo de sociedade acredita ser melhor para a autosustentabilidade de um povo e o seu meio-ambiente? Gosto de um debate elevado e não conversa-farofa. Quer debater Adam Smith, Saint Simon, Fourier, Marx, Freud, Nietzsche?...Estou pronto! Mas te peço também que continue a freqüentar o meu blog, pois não calculas a publicidade que está me dando esse nosso embate, sério! Pessoas têm freqüentado para ler nossas discussões. Um abraço!
Mitchell Almeida disse…
Acho que tem a ver com o que o senhor escreveu:

http://nonchalances.blogspot.com/2007/09/revoluo-burguesa-tupiniquim.html

saravá!
Jafar disse…
Eu realmente não sabia desse "Cansei jr.", mas não me espanta que os estudantes defensores da causa façam parte das duas maiores escolinhas tradicionais para burgueses e do mendel(composto pela elite ascendente). Ah, arrisco-me a dizer também que um dos motivos desse interesse no Cansei é creditado a musa baiana da idiotice, Ivete Sangalo, que também estampou seu rosto na mesma campanha em São Paulo. Nada contra os neo-Democratas, mas hipocrisia e apelo infundado já bastam na grande mídia.
Anônimo disse…
Já que tô trazendo publicidade pra você, vou até pensar no caso de me identificar pra poder cobrar um jabázinho... seu ministro da cultura tá liberando verba até pra filme de puta, quer dizer, garota de programa, como Bruna Surfistinha (ou seria Raquel?).

Bom, tenho absoluta certeza de que você já leu muito mais que eu. Você é um (bom) professor universitário, jornalista há muito tempo e pesquisador inveterado. Eu sou apenas um reles estudante de graduação. Primeira graduação. Mas nem por isso me sinto inferior e incapaz de discutir com quem quer que seja, desde que saiba do que eu estou falando.

Diogo Mainardi é jornalista? Eu nem sabia! Eu invejo esse cara... ganha um dinheiro da porra pra escrever um cantinho de página dizendo as coisas que ele pensa(?) sem se importar com nada, nada mesmo. Ah, Zeca... se tívessemos essa oportunidade, hein?

Agora, voltando ao assunto do tópico... partindo do princípio de que você está certo: são filhinhos-de-papai que não sabem nem o quê, nem pra quê, nem contra quê estão protestando, certo?

Mesmo assim, não é bom que estes jovens tenham, desde já, uma pequena predisposição ao inconformismo?

Os jovens de hoje são sempre criticados por não lutarem por seus direitos... sei lá, mesmo que eles não saibam que direito é esse, se começarem a lutar, pra mim tá bom! Não achas?

E, pra concluir, vamos supôr que o protesto era contra a absolvição de Renan Calheiros, você apoiaria?

P.S.: A esta ultima pergunta, dispenso uma resposta prolixa. Um sim/não/pq? Já seria de bom tamanho.

Saudações deste social-democrata.
Zeca disse…
Não sei se o ministro Gil, um dos melhores que o país já teve, quando o cinema nacional se desenvolveu como nunca, aprovou financiamento para filme de Bruna Surfistinha. O que se sabe, e aí é fato, é que a empresa que quer produzí-lo entrou com um processo para captação de recursos via Minc, mas dái a ser aprovado são outros 500...Tem que ler mais e não apenas a Veja...Mas posso lhe lembrar que durante o governo de FHC o Minc liberou muito dinheiro para filmes não de putas, mas de filhos-da-puta que sangraram o Estado para produzir lixo. E quanto ao seu lamento sobre o que disse dos jovens, não todos os jovens brasileiros, frise-se, mas aquele grupelho do Cansei dos filhinhos-de-papai, é que realmente são ocos. Outras manifestções contra Renan Calheiros ocorreram e foram perpetradas por jovens, as quais julgo superlegítimas, principalmente as que foram realizadas com o apoio do jornal Brasil de Fato e os grupos do Conlutas...Sabe porquê? Aqueles jovens que lá estavam protestando são os párias sociais que os filhinhos-de-papai desconhecem. E mais: protestam contra uma figura nefasta que de fato é Renan Calheiros e eu não diria o contrário só pelo fato de que agora, nesse momento histórico, ele seja base de apoio do governo federal no Senado. Até mesmo porque ele foi poupado da defenestração por conta de muitos votos de senadores da própria oposição, ou você não sabia disso? Mas os jovens que realmente protestaram contra a absolvição de Renan, inclusive muitos ligados ao movimentos sociais com relações com o PT, o fizeram porque sentem na pele a exclusão e vêem Renan como um representante da classe dominante no poder. É isso caro Anônimo, bem diferente da perfomace midiática dos garotinhos do Vieira e Mendel....
Felipe Pessoa disse…
Olá Zeca!! tudo bem??
fui seu aluno em comunicação e política e em história do jornalismo.
Rpz, estou adorando essa discussão entre vc e o anônimo. estou achando muito proveitoso para a gente q ler o seu blog. espero q continue e não pare por aqui.
ah!! só espero q o anônimo se revele em algum momento!!
Anônimo disse…
Aceito, mas não aprovo.

Eu ainda acho que qualquer manifestação é válida. Ainda mais se tem cobertura da mídia... "tería da propagação".

E, claro que teve senador da oposição votando contra a cassação! A tática de amendrontamento utilizado por Renan atinge todo o senado, principalmente os que outrora foram seus parceiros.

Em tempo, o filme da puta já tá com a verva aprovada e sendo filmado.
Fala Zeca!
Dá uma passada no meu blog e vê uma notícia que nem sei se é quente mas daria uma boa pauta para a grande mídia, mas como eles ainda não perceberam que a lealdade à sociedade é sua primeira lealdade, viva a Oi!

Aparece!

Cleber Silva.

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

kristallnacht à brasileira?

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?