Serginho Groisman reinou na província

Foto: Iracema Chequer
Groisman: queridinho de mauricinhos e patricinhas soteropolitanos

Como que se chegasse à província o apresentador Serginho Groisman, que um dia foi vanguarda na telinha brasileira com o programa Fala Garoto, do SBT, comemorou ontem em Salvador, 17/10, os sete anos do programa Altas Horas, da Globo. A festa foi promovida pela emissora na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. O Alta Horas é uma versão descaracterizada e deformada da proposta inicial da sua passagem pelo SBT. A irreverência e o questionamento, outrora conduzidos por Groisman, deram lugar apenas ao entretenimento vazio. Lamentável. Na Concha Acústica, numa noite de homenagem ao grande Tim Maia (que deve ter se revirado no túmulo), Groisman reuniu a constelação do Axé Music e a roqueira Pitty, que disse a jornalistas no local que estava se sentindo “um peixe fora d’água”. Não seria pra menos. Entre as stars do axé, Ivete Sangalo (a garota-propaganda do Cansei), Cláudia Leitte, Durval Lélys, "uma das viúvas" do carlismo, Carlinhos Brown, entre outros. Na platéia, milhares de garotinhos e garotinhas de colégios e faculdades particulares de Salvador escolhidos a dedo pela produção do evento, na certa para apresentar um protótipo de jovem soteropolitano bem distante da realidade.

Comentários

Jafar Barreiros disse…
Zeca... não seria o "Programa Livre" a passagem do cabeça de moranga pelo SBT?
Abrantes disse…
Oi Zeca e Jafar

Na real, o Programa Livre era da TVE, depois é que o Groismam foi para o SBT. Na TVE foi o melhor de todos, claro. Lembro do bordão pra chamar os comerciais que era dito pelo próprio público: Programa Livre volta já!
Fala, Zeca!
Não querendo desapontá-lo mas já desapontando, não foram só escolas e faculdades particulares. Porém, não sei posso classificar a Escola Estadual Thales de Azevedo como um modelo habitual de escola pública, mas deve ter sido a única exceção com relação ao que você disse.

Pitty já foi muito melhor que isso...foi-se o Inkoma e ficou a roqueira estereotipada. Infelizmente, pois talento tem de sobra...

Que Tim Maia é sensacional, sem sombras de dúvidas. Mas, numa terra tão "diversa", artistas baianos poderiam figurar entre as homenagens. Eu tô falando de artistas baianos e não os plastificados. Faltou Carla Perez, Xandy, e aquelas bandas de nomes incomparáveis, como "Pedaço de Cada Um". Minha mentalidade mórbida remete a mutilação.

Um abraço!
Guigo F.G. disse…
É Programa Livre mesmo. "Fala garoto" é como Serginho falava antes de passar o microfone para algum jovem que fosse fazer uma pergunta:
- Fala garoto. Enquanto "apontava" o microfone para alguém.

abraços.
Alena disse…
Zeca, os menininhos e menininhas se estapearam para ir. E as demais escolas de classe não 'desejada' se questionaram inconformadas por que não foram convidadas.

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

Num dia de agosto de 1992

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?