Pesquisa Vox Populi revela crescimento de Dilma; Serra põe as barbas de molho




O PT acena como o partido mais popular do Brasil e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, atinge entre 20% e 25% das intenções de voto às eleições de 2010. Os dados são decorrentes de pesquisa realizada pelo Instituto Vox Populi entre os dias 02 e 07 de maio, que atingiu um universo de 2000 mil pessoas no país. A avaliação positiva do presidente (considerando os índices de ótimo, bom e regular positivo) chega a 87%. Para 60%, o Brasil melhorou nos últimos dois anos, enquanto 67% se dizem satisfeitos ou muito satisfeitos com o país. E o PT continua sendo o partido de maior preferência da população. O índice, que era de 25% em maio de 2008, saltou agora para 29%. Em seguida, vêm o PMDB, com 8%; e o PSDB, com 7%. O DEM, ex-PFL, tem apenas 1%. Seguem os dados da pesquisa.

Projeto de país

Para 73%, próximo presidente deve continuar com todas ou com a maioria das atuais políticas, contra 68% em 2008.

Candidato apoiado por Lula

23% votam com certeza no candidato apoiado por Lula
41% podem votar, dependendo do candidato
10% não votam
22% não levam isso em consideração

INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE, 1º turno, estimulada

Cenário 1


Ciro Gomes (PSB), Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Heloísa Helena (Psol)

Ciro, 23%; Dilma, 21%; Aécio, 18%; Heloísa, 10%; Branco/Nulo/NS, 18%

Cenário 2

Ciro Gomes (PSB), Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Heloísa Helena (Psol)

Serra, 36%; Dilma, 19%; Ciro, 17%; Heloísa, 8%; Branco/Nulo/NS, 19%

Comparativo: Em relação a maio de 2008, Dilma subiu 10 pontos; Serra caiu 10 pontos; e Ciro caiu 6 pontos.

Cenário 3

Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Heloísa Helena (Psol)

Dilma, 25%; Aécio, 20%; Heloísa, 16%; Brancos/Nulos/NS, 40%

Cenário 4

Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Heloísa Helena (Psol)

Serra, 43%; Dilma, 22%; Heloísa, 11%; Branco/Nulo/NS, 24%

Cenário 5

Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB)

Serra, 48%; Dilma, 25%; Branco/Nulo/NS, 27%

Rejeição


Heloísa, 17%; Aécio, 13%; Serra, 12%; Dilma, 11%; Ciro, 9%.

A pesquisa põe a campanha de José Serra com as barbas de molho. Registre-se que o crescimento da ministra se dá num quadro no qual ela nem mesmo figura como candidata oficial. E com um adendo: o presidente Lula ainda não verbalizou publicamente a opção por Dilma como sua candidata. Os dados são claros. Vinte e três por cento votam “com certeza” num candidato do presidente e 41% “podem votar”, dependendo de quem for o nome escolhido por Lula.
Aqui mesmo neste blog defendemos a hipótese do fim da pedra no lago, ou seja, cada vez mais ganha corpo a convicção de que os meios de comunicação hegemônicos formam menos opinião. Neutralizam-se as ondas formadoras de supostas opiniões públicas que vêm a reboque das opiniões publicadas pelos comentaristas e articulistas das grandes mídias corporativas, um fenômeno já registrado nas eleições de 2006. A última trincheira que a oposição agora experimenta, e que também anseia pelo desfecho dos fatos, é a CPI da Petrobrás. E mesmo assim esta já corre o risco de nascer sem força dada à fragilidade dos argumentos que norteiam a causa; é factível de se tornar uma manobra arriscada para o conluio PSDB-DEM. A comissão pode dar em xabu, um tiro no pé. Existe farta gama de informação para se levantar que compromete sobremaneira as administrações tucanas que estiveram à frente da estatal nos anos FHC. É bom que o consórcio neoliberal-privatista PSDB-DEM arranje outra bandeira antes que seja tarde demais.

Comentários

Fabricio Lopes disse…
E como tem coisa para os Tucanos se preocuparem, quando falamos do assunto Petrobrás. Veja as ações "edificantes" do pior Presidente da República que já habitou o Palácio do Planalto.

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/os-dez-estragos-de-fhc-na-petrobras/
Este comentário foi removido pelo autor.
Vixi! Dilma cresce cada vez mais!
O PT - Lula, pois para min o bom do PT é Lula e mais nenhum outro, faz milagres. Até que sou a favor de um terceiro mandato, mas como isso fere a democracia, prefiro que não tenha. Mas não há ninguém bom para o Brasil nessa eleição.
A Heloísa poderia até ser, mas é muito radical e precisa ganhar um tom mais adequado para uma presidente, conselho que também serve para a Dilma.
Já o caquético do Serra, Nem morto! Ele para min é como se fosse uma cópia do FHC ou pior, um mamulengo. O Ciro sem comentários. Já o ditador mineiro, esse sim, não merece nem aparecer nas pesquisas. É o pior que tem entre todos!
No caso da CPI da Petrobras: marmelada à vista!

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

Num dia de agosto de 1992

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?