ACM Neto no reino das ilações

Dizem até que se trata de um jovem e promissor político. ACM Neto seria inteligente, safo e outras adjetivações que permeiam o senso-comum. Mas quando testado por um jornalista do porte de Bob Fernandes é perceptível sua fragilidade intelectual, mesmo que para defender teses de direita. Existem quadros melhores. Em entrevista dada ao site Terra Magazine, ACM Neto afirmou que o povo da Venezuela não sabe votar. Depois fez algumas “reflexões” sobre o país vizinho que valeu nova indagação do jornalista: “O senhor já foi à Venezuela?”, perguntou Bob Fernandes. O pequeno parlamentar perdeu a cabeça e respondeu: “Olha, eu acho que você tem uma procuração para defender Hugo Chávez”. Não se fazendo de rogado, Fernandes voltou a repetir a pergunta: “O senhor já foi à Venezuela?”. E a resposta evasiva do diminuto deputado: “Não (...) O meu mecanismo de análise é a partir do que é bom para o Brasil (...) Eu leio jornal, eu leio revista, eu leio livros, eu acompanho todo dia o noticiário e tenho plenas condições de fazer a consciência crítica devida com relação à postura do senhor Hugo Chávez”. Realmente, ACM Neto não mentiu e apenas se informa sobre a Venezuela pelo noticiário. Interessante é o projeto-de-pequeno-déspota fazer comentários sobre posturas autoritárias. Com o fascismo correndo nas veias, fruto de herança genética, ele bem que entende de ditaduras, afinal de contas, seu avô sustentou uma com muito vigor.

Comentários

Anônimo disse…
ACM Neto é literalmente um bostinha.Espero que o povo da Bahia tenha juizo e não reconduza ao poder essa quadrilha montada a anos por ACM que já foi tarde.
Tarini disse…
O pior é que essa quadrilha não foi e o número de quadrilhas está crescendo.
O terrível é que não se vê "gangues" com o mesmo poder de fogo formada pelo povo.
O absurdo é que ainda grande parte do povo tem uma tendência escrava, e como bons servos levantam a bandeira de quem os oprime. Commemoram o fim do CPMF (como a derrota de Lula, vai entender), se entusiasmam com a não aprovação de uma nova constituição proposta pelo democrata Hugo Chavez, em beneficio dos venezuelanos. Ao contrário do que se vê no Brasil, onde todo ano surgem novas emendas em favor dos congressistas e somente só para eles.
Voltando as quadrilhas, há quatro fortes nomes que almejam a prefeitura de Salvador - Imbassay, ACM, Varela, e o João Henrique - diante os nomes, resta arrumar as malas e mudar de País.

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

kristallnacht à brasileira?

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?