Quando o fato não é fato

Jornalismo de indice. Na quarta-feira passada a Rede Globo comentou a greve dos trabalhadores dos serviços de metrô e transportes públicos da França, que já completa 10 dias. De forma bastante peculiar, mas que não foge ao padrão discursivo da emissora, na Edição do Bom Dia Brasil desse dia, 21/11, o fato foi tratato apenas com um momento do discurso do presidente Nicolas Sarkozy. O pequeno trecho foi traduzido e comentado pelo ancora e editor do telejornal, Renato Machado: “O presidente Sarkozy afirmou que foi eleito pelos franceses para mudar a França e nada o impedirá de realizar as mudanças”. Depois foi apresentada uma cena de cerca de dois segundos de uma passeata de trabalhadores franceses. Um índice, apenas. Uma vaga informação do levante de milhares de trabalhadores que tentam barrar as reformas neoliberais impostas pelo governo francês. É o jeito Ali Kamel de dar notícias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

Num dia de agosto de 1992

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?