A nova "ética" do PV

Marina está no guichê para adquirir o bilhete da baldeação rumo ao comboio demotucano. Ontem, no Rio, Gabeira antecipou-se ao anunciar que Serra e a senadora farão sua estréia, juntos,em junho, na convenção que sancionará seu nome ao governo do Estado pela coalizão do conservadorismo com o conservacionismo. A fusão que dá rosto eleitoral ao ambientalismo de direita no país, terá ainda o DEMO Cesar Maia como candidato ao Senado. "O Serra tem agora um palanque bom, forte, no Rio', resumiu o tucano Márcio Fortes, ao lado de Gabeira, sem disfarçar o papel subordinado do PV, como pé-de-palanque da nova tentativa tucana de derrotar Lula e voltar ao poder. "O Gabeira não é mais candidato do PV. Ele é candidato da coligação", traduziu Márcio Fortes, um dos coordenadores da campanha do Serra no Rio e possível vice de Gabeira. Nas negociações que se arrastam desde janeiro, o PSDB teria prometido ao afoito Gabeira a embaixada em Paris, caso Serra vença o pleito. À Marina, naturalmente, fica assegurado espaço & simpatia no tratamento dispensado pela Folha e Organizações Globo -- desde que a antiga companheira de Chico Mendes acene alegremente da janelinha do vagão anti-Lula. Gabeira já reservou o assento à ex-ministra: a primeira parada é a convenção estadual. Piuiiiiii...

(Carta Maior, e os rumos de quem deixou o PT em nome da ética; nota atualizada e retificada às 16:06, com informações Globo-Folha ; 04-05)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

kristallnacht à brasileira?

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?