Mais do mesmo

É incrível a capacidade que os escritores de novelas da Globo têm em literalmente redundar sobre o mesmo tema. Mal acaba um melodrama que ambientava a Gávea e o Leblon, Laços de família, para entrar outro ambientado em Copacabana e adjacências, Paraíso tropical. Cansou. O Brasil reduzido ao Rio de Janeiro, ou melhor, à Zona Sul da cidade, é o único cenário que a Vênus Platinada oferece. No mais, mais do mesmo. Fotos aéreas do Cristo Redentor, da Baía de Guanabara e outros cartões postais. É como se um país-continente como o Brasil se limitasse apenas a uma cidade. E, podem esperar, a despeito do novo roteiro vem mais lutas entre o bem e o mal. Mocinhos e bandidos vão se degladiar novamente na telinha para o deleite de milhares de Homer Simpsons que perfazem a audiência das telenovelas no país.

Comentários

Anônimo disse…
Concordo plenamente. É bom lembrar a época em que os únicos imigrantes representativos na telinha eram os italianos..
Parece aquele sentido de sermos "americanizados" ou seria "carioquizados"??

Cristina

Postagens mais visitadas deste blog

Num dia de agosto de 1992

O monge beatnik. As alegrias e os dramas de Belchior

A diferença entre o fato e a "notícia"