Jornalista diz que foi censurado

O jornalista da revista Carta Capital, Leandro Fortes, diz que foi censurado pelo presidente do STF, Gilmar Mendes. Segundo Fortes, Mendes fez gestão junto ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, para que tirasse do site da instituição uma entrevista dada por ele à TV Câmara no último dia 11 de março. Na entrevista, o jornalista questionou as investigações realizadas contra o delegado Protógenes Queirós, que comandou a Operação Satiagraha. De acordo com Fortes, Mendes também está lhe processando pelo fato de ele ter escrito matéria, publicada na Carta Capital, na qual acusa o ministro de manter "muitos negócios nebulosos que envolvem o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP)". O IDP tem Mendes entre um dos seus proprietários.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

Num dia de agosto de 1992

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?