Número de crianças sem-teto cresce nos EUA

A maior potência econômica do planeta mostra uma de suas facetas. Uma de cada 50 crianças norte-americanas experimenta a condição de sem-teto. O número consta no relatório divulgado nesta terça-feira (10) pelo National Center on Family Homelessness (Centro Nacional sobre Famílias Sem-Teto). O estado de Connecticut é o que está em melhor situação. O Texas do ex-presidente George W. Bush é o pior colocado. O relatório analisa os dados de 2005 e 2006 e estima que 1,5 milhões de crianças experimentaram a condição de sem-teto pelo menos uma vez durante esse período. O problema, segundo o relatório, se agravou devido às execuções de hipotecas imobiliárias e às demissões provocadas pela recessão em aprofundamento (do portal vermelho.org).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

kristallnacht à brasileira?

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?