A pérola da múmia-escriba

Múmias andantes, me lembro, apenas figuravam nos filmes de terror, ainda preto e branco, que assistia na TV durante as tardes. Mas começo a desconfiar que elas existem e andam a vagar pelas mídias do país. Uma delas, um supernumerário da Opus Dei, ocupou hoje espaço num jornal soteropolitano para criticar o governo de Hugo Chávez na Venezuela e de resto diversos outros governos democraticamente eleitos na América Latina. A múmia-escriba, que tem no seu histórico ideológico a militância integralista, fala da ausência da “verdadeira democracia” no continente. Será que a “verdadeira democracia” a qual se refere foram as ditaduras militares que varreram o continente durante os anos 70 e 80? Essa múmia é forte candidata ao Troféu Peroba.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

Num dia de agosto de 1992

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?