PHA: PT quer ouvir o Amaury. E o Serra começa a amaciar


Ricardo Sérgio e Daniel aparecem no livro para enaltecer a biografia do Serra

Stanley Burburinho (quem será ele ?), o reparador de iniquidades, enviou os seguintes comentários sobre a decisão do PT de pedir à PF para ouvir o Amaury:

1 – A PF terá acesso ao conteúdo do livro e começará a investigar antes de o livro ser lançado em 2011 e sem comprometer a Record que contratou o Amaury há duas semanas.

2 – O Serra, sabendo disso, começou a amaciar: já disse hoje ao Estadão que “a motivação não foi eleitoral foi politica!”

3 – O Serra deu tiro no próprio pé.

4 – Aposto que o Serra e a imprensa aliada vão pisar no freio sobre esse assunto de quebra de sigilo.

Leia o que disse o Globo sobre o assunto:

Presidente do PT vai pedir à PF que investigue apuração de jornalista contra PSDB
André de Souza
BRASÍLIA – O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, disse nesta segunda-feira que encaminhará à Polícia Federal três matérias jornalísticas que tratam da apuração conduzida pelo jornalista Amaury Ribeiro Júnior sobre irregularidades nas privatizações feitas durante o governo Fernando Henrique Cardoso. Segundo Dutra, há um paralelo entre a apuração feita pelo jornalista e a quebra de sigilo de pessoas ligadas ao PSDB e ao candidato tucano José Serra, justificando o pedido para a PF investigar a existência de relações entre os dois episódios. Ele deu a entender que o jornalista pode estar por trás do caso, mas negou que estivesse fazendo ilações.
- Nós não estamos fazendo ilação de coisa nenhuma. Nós estamos apresentando matérias que apareceram na imprensa.
Ainda segundo Dutra, Amaury não teve participação nenhuma na campanha de Dilma, embora ele tenha trabalhado junto com Luiz Lanzetta, dono da empresa Lanza e acusado de estar preparando um dossiê para ser usado contra o candidato Serra.
- O jornalista Amaury não teve participação nenhuma na campanha. Pessoalmente eu não o conheço. O PT tinha um contrato com a empresa do senhor Lanzeta. Foi a relação de um partido com a empresa – afirmou Dutra.

Clique aqui para ler: “Serra desistiu da campanha; o problema dele é o Amaury”.

Clique aqui para ler “Foi o livro do Amaury o que aloprou o Serra”.

E aqui para ver que o Mino Carta já sabe quem violou os dados da declaração da filha do Serra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

Num dia de agosto de 1992

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?