Serra, FHC e as maracutaias nas privatizações. Por isso que a Veja e a Globo se desesperam. Vejam esta matéria da Record

Serra foi um dos artífices da privatização no governo de Fernando Henrique Cardoso quando era ministro do Planejamento. Foi Serra que comandou a venda de muitas estatais brasileiras, entregando-as ao capital internacional a preços de banana. Foi Serra também que montou um esquema de espionagem para atacar seu companheiro de partido, o governador de Minas, Aécio Neves, que disputava com ele a indicação do PSDB a candidatura à Presidência. Aécio, para se defender, mandou contratar o jornalista Amauri Ribeiro Jr. para investigar as armações de Serra. Vale lembrar que Serra já havia plantado notas e artigos na imprensa paulista desconstruindo a imagem de Aécio. Amauri também já vinha investigando a privataria no governo FHC e toda a lama que o esquema de vendas das estatais montou, inclusive envolvendo a filha de Serra, Verônica, que atuou como sócia da irmã do banqueiro Daniel Dantas numa empresa em Miami, nos EUA, e se beneficiou da privataria. A matéria abaixo resume bem estas situações e explica porque a revista Veja tenta desesperadamente inverter os fatos, como na edição publicada ontem. Explica também porque a nefasta Rede Globo tem buscado empanar os fatos camuflando os atos de Serra na época do governo de Fernando Henrique Cardoso, o presidente lesa-pátria, o maior vendilhão da história do país e guru de Serra. Vejam a matéria abaixo:

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Snowden. Ou o fim da utopia cibernética

Num dia de agosto de 1992

Fé e ciência. O que Buda e Cristo têm em comum?